O que um carro limpo e brilhante tem em comum com uma unha recém pintada? Ambos têm uma resplandescência irresistível que chama a atenção. Essa luminescência é chamada de brilho. O brilho é um atributo das superfícies que faz com elas tenham uma aparência lustrosa. O brilho afeta a percepção assim como a cor. Ninguém pode negar o apelo de uma superfície com brilho quer seja em uma revista que lemos ou em um veículo que dirigimos. O brilho tem um aspecto significante na percepção visual dos objetos, sendo frequentemente medido nos mais diversos segmentos industriais. O brilho pode ser influenciado por uma série de fatores incluindo a suavidade do polimento, a quantidade e o tipo de revestimento aplicado e a qualidade do substrato. Tudo, de móveis a alimentos, depende do brilho.

A chave para o brilho é a consistência. Independentemente do produto, o brilho deve ser medido de forma consistente em cada lote de produção. Imagine comprar um carro novo e descobrir que o brilho é inferior ao de outro veículo idêntico. O brilho também afeta a qualidade de superfícies revestidas e, por isso, precisa ser cuidadosamente controlado para produzir produtos de alta qualidade. O brilho é medido iluminando-se uma superfície com uma determinada quantidade de luz e quantificando a refletância em ângulos de visualização específicos em relação à normal da superfície que se está observando.

Existem vários métodos empregados para garantir a uniformidade de brilho de uma superfície durante sua produção. O método principal é o brilho especular, que é a razão da luz refletida em um angulo específico. Certos produtos requerem que a razão da luz especular seja refletida de forma difusa em relação à normal da superfície, a qual também é manipulada pelo ângulo da luz incidente. Observar e quantificar o brilho do ângulo complementar ao ângulo de visualização e incidência é chamado de medição de contraste de brilho. Além disso, é medida a ausência da turbidez adjacente à luz especular refletida para se ajustar o efeito da aparência desejada da superfície. A nitidez da reflexão especular da luz é também frequentemente medida para se determinar a distinção da imagem do produto. Por último uma avaliação visual é efetuada para se determinar a percepção da uniformidade e suavidade da superfície.

A qualidade do brilho na aparência dos produtos é parte essencial do impacto psicológico que o produto tem no consumidor. A consistência e uniformidade dos produtos é conseguida através da medição desses aspectos da aparência. Nós oferecemos, aqui na Konica Minolta Sensing Americas, uma gama completa de medidores de brilho para assegurar medições consistentes e precisas do brilho.

Para maiores informações sobre como os Espectrofotômetros da Konica Minolta podem fazer toda a diferença na sua empresa ou instituição, entre em contato com os engenheiros da Extralab Brasil por e-mail:contato@extralab.com.br ou telefone: (11) 4524 2414.

Fonte: http://sensing.konicaminolta.com.br/learning-center/blog/