Antes de 1800 os fogos de artifício apresentavam apenas flashes de luz dourada e alaranjada. As pessoas achavam essas faíscas fascinantes, apesar de insipientes em cor, usando-as para afastar maus espíritos, honrar vitórias militares e enaltecer cerimônias públicas. Só após muitos anos é que os shows de fogos de artifício se tornaram uma forma de arte colorida vista em celebrações de feriados e outras festividades da atualidade.

Faíscas de cor

Em 1830, artistas de fogos de artifício italianos aprenderam como criar fogos de artifício coloridos pela adição de sais metálicos em suas composições químicas. Quando expostos a chama, cada sal metálico produz uma luz com diferentes comprimentos de onda coloridos. Por exemplo, o sódio produz o amarelo, o estrôncio produz vermelho e o bário produz verde. A mistura de químicos pode produzir uma grande gama de tonalidades, incluindo púrpuras, pela mistura de estrôncio e compostos de cobre. Essa descoberta ajudou a transformar os shows pirotécnicos em espetáculos mais elaborados e deslumbrantes.

Nos shows pirotécnicos atuais, químicos de sais metálicos são embalados em bolas pretas (conhecidas como estrelas) e espaçadas através da câmera dos fogos contendo pólvora.

Uma vez inflamados, os fogos de artifício são lançados no céu euquanto um estopim dentro da câmera queima lentamente. Após atingirem um certo ponto, esses estopins causam a explosão dos fogos e os propelem em estrelas em várias direções. As estrelas explodem em faíscas coloridas de luzes específicas de acordo com os sais metálicos utilizados e são recebidas com o espanto e admiração do público presente.

Sem esses avanços na química pirotécnica, nossos feriados e festas ainda seriam celebrados com os fogos incolores dos tempos antigos, o que de certa forma não seria o mesmo.

Para maiores informações sobre como os Espectrofotômetros da Konica Minolta podem fazer toda a diferença na sua empresa ou instituição, entre em contato com os engenheiros da Extralab Brasil por e-mail:contato@extralab.com.br ou telefone: (11) 4524 2414.

Fonte: http://sensing.konicaminolta.com.br/learning-center/blog/